» » Víbora-Cornuda – Seu Chifre Chama a Atenção!

Víbora-Cornuda – Seu Chifre Chama a Atenção!

víbora-cornuda (Vipera latastei) é uma serpente peçonhenta que recebe esse nome por possuir um “chifre” na ponta do focinho formado por escamas sobrepostas. A víbora-cornuda não é agressiva e seu veneno não costuma ser mortal em humanos, mas ela pode atacar caso se sinta ameaçada. Ela pode ser encontrada na Península Ibérica, África e Portugal.

Características da víbora cornuda

O chifre da víbora cornuda é, na verdade, formado por escamas proeminentes no focinho. Ela pode chegar ao comprimento máximo de 72 cm. Trata-se, portanto, de uma serpente pequena.


Sua cor é acinzentada ou acastanhada, marcada por uma grande mancha mais escura em zigue-zague ao longo do corpo, finalizando com uma coloração amarelada, alaranjada ou avermelhada na cauda.

Sua cabeça é triangular, distinta do corpo, e suas pupilas são verticais, com íris de cor amarela ou dourada, misturada a cores mais escuras.

Seu corpo é grosso e sua cauda fina, colorida justamente para chamar atenção de suas presas. Na parte de trás da cabeça pode-se notar 2 manchas escuras que formam um V invertido.

Habitat

A víbora cornuda vive em zonas abertas, incluindo margens de bosques, matos, dunas, areais e solos rochosos. Preferem clima quente e não são vistas com frequência.

Pode ser encontrada na Península Ibérica (exceto no noroeste), no norte da África e em Portugal.

Trata-se de uma espécie terrestre, mas que pode utilizar rios ou banhados rasos para se locomover. Além disso, também podem ser encontradas em arbustos.

Seus hábitos dependem muito do clima da região que habitam, incluindo o período de inatividade, semelhante à hibernação.

Veneno da víbora-cornuda

O veneno da víbora-cornuda é tóxico, mas não costuma matar humanos. Seus efeitos, no entanto, podem ficar para toda vida, já que não existe um antídoto específico. Além disso, ataques em crianças e idosos podem ser fatais, devido à fragilidade do organismo.

Do que se alimentam?

Elas podem comer pequenos répteis, como lagartos e lagartixas, pequenos mamíferos, como musaranhos, toupeiras e ratos, pequenas aves, anfíbios e invertebrados, como escorpiões e centopeias.

Por outro lado, seus predadores incluem outras cobras, aves de rapina, como as águias e mamíferos maiores, como o manguço, javali e o porco-espinho.

Como as víboras-cornudas se reproduzem?

As víboras-cornudas são ovovivíparas. O período de reprodução acontece entre março e maio, podendo ocorrer novamente entre setembro e outubro.

Seus filhotes nascem em agosto, em um número que varia entre 4 a 9 crias. O tempo de vida da cobra é cerca de 9 anos.

Atualizado em: 17/02/2019 na categoria: Espécies