» » Jibóia da Amazônia: A espécie que Encanta pelas suas Cores

Jibóia da Amazônia: A espécie que Encanta pelas suas Cores

A Jibóia da Amazônia é uma espécie singular da nossa fauna, sendo marcada por características únicas que permitem que logo possamos as identificar. Entenda melhor e se encante com sua beleza:


Características gerais:

De tom avermelhado e circunferências pretas, a Jibóia da Amazônia é marcada de forma singular por conta de sua estrutura física, o que acontece em decorrência da iridescência, fazendo com que seu corpo se assemelhe ao arco íris em muitos momentos.

De acordo com os biólogos, esse efeito que nos chama a atenção ao mesmo tempo em que encanta, acontece por conta de estruturas presentes em seu corpo, capazes de refratar a luz solar assim como é feito com a água e gera também lindos arco íris.


Habitat

Pelo nome da espécie, você já deve imaginar a presença dessa Jibóia justamente na região amazônica, o que realmente acontece, mas é possível que ela esteja presente também em países próximos ao nosso, como a Venezuela e a Colômbia, mas também na América Central.

São também terrestres, apesar de gostarem igualmente de viver acima das árvores, o que costuma ser propiciado pelas zonas de matas e florestas onde habitam, ajudando inclusive para que surpreendam suas vítimas.

Curiosidades

Para além da beleza estética, essa cobra possui ainda outros aspectos curiosos. Um deles está relacionado a reprodução, já que as fêmeas dessa espécie são capazes de gestar até 22 filhotes de uma mesma vez.

Outro ponto está ligado a visão das mesmas, já que mesmo diante da sua pluralidade de tons externos, conseguem apenas em tons de verde e azul, uma característica muito peculiar que aparece de forma incomum no meio.

São venenosas?

A Jibóia da Amazônia não é uma serpente venenosa, mas são muitos fortes e costumam matar suas presas por meio de constrição, o que faz com que elas rapidamente percam a capacidade de respirar por conta do sufocamento.

Isso faz com que não haja possibilidade de fuga a elas, principalmente quando pensamos que essas cobras também costumam atacar de surpresa, se mantendo quietas no alto das árvores até que percebam a melhor vítima.

Atualizado em: 03/06/2022 na categoria: Espécies