» » » Como as cobras morrem

Como as cobras morrem

O termo cobra é uma denominação largamente utilizada para se designar serpentes, e na Europa é um termo comum para diferenciar espécies de serpentes ocidentais e asiáticas como, por exemplo, a Naja. E para quem não sabe a maioria das cobras põe ovos e a maior parte delas os abandona pouco depois de colocá-los, algumas espécies por sua vez são ovíparas e retém seus ovos dentro dos corpos até encontrarem um local para eclodir.


Foi confirmado cientificamente que diversas espécies costumam desenvolver completamente seus filhos dentro de si, os nutrindo através de placenta e um saco amniótico. E a retenção desses ovos e os partos ao vivo são bastante comuns de se verificar, porém este parto interno é normalmente associado a lugares de clima frio onde existe a retenção dos descendentes dentro da fêmea, o que permitem que elas se controlem nas temperaturas de forma muito mais eficaz do que ficasse no exterior por exemplo.

Como elas morrem

Existem diversos tipos de espécies e subespécies de serpentes, estas que por sua vez podem ser peçonhentas ou não, apesar de muitas vezes ter um visual nem um pouco agradável pode não ser venenosa.

Andando por florestas ou lugares como no pantanal ou na Amazônia, é bastante comum se encontrar as cobras gigantes como sucuris, pyton, entre outras soltas pela natureza ou se espreguiçando ao redor de árvores, porém não é necessário se entrar em pânico, pois elas são inofensivas ao homem, existem relatos inclusive destes animais em meio selvagem serem dóceis, e apesar de poderem morder as pessoas, normalmente não possuem veneno, e é bastante simples se diferenciar as cobras peçonhentas das não peçonhentas, as cobras peçonhentas possuem uma cabeça triangular, e o seu nariz é mais pontudo, apesar de não ter função definida, e as cobras de cabeça redonda são inofensivas.


As cobras no final de seu ciclo de vida ou quando  sofrem algum ataque, como por exemplo serem cortadas em algum pedaço, se locomovem sem se alimentar ou beber água, morrendo logo em seguida de inanição, e não é possível se curar este tipo de ferimento já que as serpentes possuem vértebras.


Atualizado em: 15/08/2018 na categoria: Dúvidas, Espécies