» » Cobra do Milho – Ótimo Animal de Estimação!

Cobra do Milho – Ótimo Animal de Estimação!

A cobra-do-milho (Coluber guttatus) é uma cobra não venenosa, dócil, originária dos Estados Unidos. A cobra-do-milho cumpre um papel muito importante na natureza, pois controlam as pragas das plantações, em especial, de milho. Infelizmente, por ser confundida com serpentes venenosas, a cobra-do-milho é morta por pessoas com receio de serem atacadas.



A cobra-do-milho possui uma coloração alegre e bonita. Seu corpo mescla tonalidades brilhantes de laranja e preto.


É considerada uma serpente de médio porte, chegando até 1,80 cm, quando adulta. Elas têm vida longa, podendo viver por mais de 23 anos. Pertence ao gênero Pantherophis e à família Colubridae, das cobras propriamente ditas.

Criadores de Cobra do Milho

Por ser dócil e praticamente inofensiva, é comum nos Estados Unidos que a cobra-do-milho seja criada em casa. Pessoas que possuem plantações também costumam manter essas cobras por perto para afastar pragas das terras destinadas a cultivo.

Mas é preciso alguns cuidados para criar a cobra, para que ela não fique em condições desfavoráveis, levando-as ao estresse e até a contraírem doenças. O ideal é preparar um espaço pequeno para cada cobra, pois a cobra não aprecia viver em espaços abertos, sentindo-se em perigo.

O recomendado por especialistas é que os criadores dessas cobras possuam pedras artificiais que esquentem para manter o local onde as cobras do milho vivem aquecidos, já que elas apreciam o calor e ele facilita a digestão do que elas ingerem.

Um recipiente com água também deve ser colocado, além de um termômetro de ambiente e iluminação levemente clara. Vale, também, construir espécies de esconderijos para essas serpentes terem onde ficar quando entram em períodos de hibernação.

O material para preparar um solo adequado para a cobra-do-milho pode ser composto por pedaços de madeira e húmus.

A alimentação para essas cobras criadas em cativeiros é composta, sobretudo, por roedores. As presas devem ser colocadas próximas das serpentes e a frequência e quantidade da alimentação varia de acordo com o tamanho e a idade da cobra.

Para se ter uma ideia melhor da alimentação dessas serpentes, uma cobra-do-milho filhote come um roedor, também filhote, a cada 4 dias, somente. Já as cobras adultas necessitam de roedores adultos a cada 10 dias, aproximadamente.

Atualizado em: 17/02/2019 na categoria: Espécies



Quer receber novos artigos?