» » » Cobra de Vidro ou Licranço – Lagarto Inofensivo!

Cobra de Vidro ou Licranço – Lagarto Inofensivo!

Apesar do nome popular, a cobra de vidro é, na verdade, um tipo de lagarto inofensivo encontrado na região da Ásia, África e Europa, também conhecido por licranço, licanço, alicanço ou fura-mato. A cobra de vidro (Anguis fragilis) possui características próprias dos lagartos que as diferem das serpentes, como língua dividida, pálpebras móveis, troca de pele que ocorre em partes e capacidade de perder e regenerar a cauda.

Cobra de vidro, um lagarto de beleza exuberante.

Características da cobra de vidro

A cobra de vidro possui corpo longo, cilíndrico e sem pernas, características essas que fazem com que o animal seja confundido com uma cobra. As adultas medem até 50 cm e podem viver até 45 anos, o maior tempo de vida estimado para um lagarto.


A pele do licranço é construída por escamas não sobrepostas. Sua cauda quebra facilmente (autotomização), mas se regenera. Muitas vezes a perda da cauda é realizada para despistar ameaças e predadores para fugir.

Sobre sua cor e formato, normalmente o macho apresenta partes azuis por todo o seu corpo, enquanto as fêmeas possuem um risco localizado próximo ao dorso. Podem ser vistas tons de marrom, bronze ou azul-acinzentado.

São animais ovovivíparos cujas fêmeas colocam seus ovos (6 a 12) de casca transparente cerca de três meses após o acasalamento. Os filhotes nascem com 8 a 10 cm de comprimento e logo saem à procura de alimento.

Hábitos da cobra de vidro

Cobra de vidro bronze

As cobras de vidro vivem na superfície do solo com vegetação. Possuem atividade diurna e gostam de se aquecer no Sol.


São considerados répteis carnívoros. Sua alimentação baseia-se em lagartas, lesmas e até larvas. Estes alimentos são facilmente encontrados em campos pelos quais eles percorrem para a caça.

Para jardineiros, este pode ser um animal cheio de benefícios, pois como eles se alimentam de lesmas e, parte das vezes, de insetos, eles auxiliam na exterminação de pragas do plantio. Caso o jardineiro opte por este animal para defesa de seu jardim, ele deve obter plásticos pretos ou chapas de zinco localizados no solo para atrair o lagarto.


No inverno ficam inativos, quase como se estivessem em estado de hibernação.

Atualizado em: 23/01/2019 na categoria: Diversos, Não Peçonhentas