» » » » » » » » » Cobra do milho: Curiosidades

Cobra do milho: Curiosidades

A Pantherophis guttatus ou cobra do milho é uma espécie norte-americana facilmente encontrada no Sudeste dos Estados Unidos, vivendo em áreas próximas a celeiros, onde se alimenta dos roedores que comem o milho. Trata-se de um animal silvestre dócil e  de fácil manuseio que pode ser criada em ambiente doméstico. Sua coloração varia de indivíduo para indivíduo, mas geralmente é vermelha com manchas alaranjadas, que são delineadas por linhas pretas. O seu tamanho varia de 1,2 a 1,8 metros de comprimento e sua estimativa de vida é de 15 a 20 anos.


 

A snake corn possui veneno?

Para quem amou a ideia de poder ter uma cobra dócil como pet, mas se preocupa se o animal é peçonhento, pode ficar tranquilo(a)! A snake corn não possui peçonha e como já foi citado anteriormente, é um animal de fácil manuseio e perfeito para criação.

A compra e venda é legalizada?

Apesar de ser a queridinha para os amantes das cobras, a snake corn não possui compra e venda legalizada aqui no Brasil, isso porque ela é uma espécie americana, e por isso o IBAMA proíbe a sua comercialização. Por outro lado, caso você tenha se interessado nesse pet e queira ter um parecido em sua casa, basta solicitar ao órgão responsável e ele te encaminhará uma lista com as espécies que possuem autorização para serem comercializados.

 

Formas de vida

Na natureza, a cobra do milho possui uma estimativa de vida que varia de 6 a 8 anos, já em cativeiro elas vivem mais tempo, com estimativa de 15 a 20 anos. Havendo ainda a possibilidade de mais anos de vida, como já houve caso de um pet viver até os 32 anos de idade. A alimentação desse bichinho em cativeiro é bastante econômica, basta alimentá-la semanalmente com um roedor que custa em média R$2,50.

A procura de pets silvestres vem aumentando, e apesar da comercialização da snake corn não ser legalizada aqui no Brasil, existem outras espécies dóceis que podem ser criadas em casa. Por isso não vai ficar desanimado hein?!

 

Atualizado em: 04/11/2021 na categoria: Alimentação, Colorida, Criar Cobras, Cuidados, Diversos, Dúvidas, Espécies, Não Peçonhentas