» » Serpente: Curiosidades, comportamentos e seu Veneno

Serpente: Curiosidades, comportamentos e seu Veneno

A fauna mundial é repleta de animais, cada um deles possuem espécies singulares que nos chamam atenção por cada uma das suas diferenças. Um grupo muito presente nesse sentido são as serpentes, sobre as quais você poderá aprender mais logo abaixo.


Origem das Serpentes

Mais conhecidas pelo comum nome de cobras, as serpentes são animais reptéis que acredita-se terem surgido como uma evolução dos largatos, tendo em seu corpo sinais claros dessa adaptação, como o corpo mais alongado e desprovido de patas.

Isso se explica pelo fato desses lagartos estarem acostumados a se enterrarem debaixo da terra, acabando passando por um processo natural de evolução para a realização de tal feito. Apesar dessa associação, as serpentes possuem detalhes que merecem ser citados como delas de forma mais particular.


Características das Serpentes

É complicado citar características das serpentes de modo tão geral, já que elas acabam por se diferenciarem até mesmo de acordo com o clima no qual vivem, podendo ser desde o quente até o temperado. O que acontece é que no primeiro ambiente estão as serpentes ovíparas e no segundo, as vivíparas.

Mas há ainda aspectos que as assemelham e a incluem nesse mesmo grupo, alguns deles são a mobilidade da mandíbula, tendo uma boca que alcança abertura de cerca de 150º, o que falicita a sua função como predadora.

Outro bem específico das serpentes é que elas não possuem um osso comum aos vertebrados, o esterno. Sem ele, as costelas ficam mais livres e dão maior capacidade de movimentação ao corpo, sendo algo muito característico desse animal.

Comportamento da Serpente

É comum que as imagens das serpentes sejam circuladas com elas colocando a língua para dentro e para fora da boca consecutivamente, isso acontece na realidade para que possam reconhecer quimicamente o ambiente onde estão através de moléculas presentes tanto no ar quanto no solo.

Além disso, seu comportamento é marcado por uma visão atenta que as permitem localizar presas a longas distâncias e dar o bote de forma surpresa, evitando que os planos não saiam conforme o esperado.

O veneno da Serpente

Curiosamente, o veneno da serpente é produzido na cabeça, sendo responsabilidade das glândulas presentes nesse espaço. E sim, ele é altamente perigoso, possuindo a capacidade de atacar em pouco tempo o sistema nervoso, destruindo rapidamente as células pertencentes a ele.

Seu efeito no corpo humano pode causar hemorragias e até mesmo a morte, por isso é importante estar atento aos efeitos e não se aproximar de cobras, principalmente aquelas que vivem em meio a natureza.

Atualizado em: 09/03/2022 na categoria: Espécies