» » Píton-indiana: Uma das maiores Serpentes do Mundo

Píton-indiana: Uma das maiores Serpentes do Mundo

Geralmente as cobras são conhecidas por seu veneno, força e tamanho, principalmente quando pensamos na píton. Dentre elas há ainda subdivisões que vale a pena conhecermos melhor, como a Píton-indiana, sobre a qual falamos logo abaixo:

Características gerais:


A Píton indiana é capaz de atacar suas presas e as levar rapidamente a morte apenas por meio da sua força, fazendo com que seu corpo seja enroscado por completa na vítima e extinguindo qualquer possibilidade de fuga ou resistência. Isso é possível graças ao seu tamanho de cerca de 4 metros e meio, sendo uma das maiores serpentes do mundo.

Para além disso, possuem também um corpo robusto que pode ser albino ou pigmentado, conforme suas variações possíveis. As manchas lhe acompanham por todo o corpo e possuem um formato que nos lembrar a forma geométrica retangular, apesar de não serem tão retilíneas quanto.

Habitat

É possível que essa serpente esteja presente em diversas áreas diferentes entre si, desde áreas formadas por rochas até pântanos, passando ainda campos, florestas tropicais e mangues, o que revela sua alta capacidade de adaptação.

Seu nome é dado por haver um grande concentração da espécie na Índia, mas além disso há registros não incomuns da mesma em países como a China, Sri Lanka, Paquistão, Nepal e também em Myanmar, não sendo presente em países como o nosso.

Curiosidades

Apesar de tão reconhecidas pela sua imponência física, a maior curiosidade apresentada por essa serpente está no quesito reprodução, uma vez que elas costumam permanecer certo tempo acima dos ovos para os deixar aquecidos e assim, contribuem para o desenvolvimento do embrião.

Na natureza também são conhecidas pela capacidade de escalar árvores, o que pode tornar seu bote ainda mais surpreendente. Contudo, ao mesmo passo, possuem dificuldade na etapa de escalada justamente por conta do seu peso e tamanho.

São venenosas?

A Píton indiana não possui veneno, sendo considerada uma cobra não peçonhenta. Mas, sinceramente, nem precisaria ter pois a força das mesmas é capaz de matar e surpreender vítimas em igual ou até maior proporção que as serpentes peçonhentas.

Inclusive, ainda assim representam perigo até mesmo para a espécie humana. Felizmente, não é comum que estejam no Brasil, apesar da chegada das mesmas ao continente americano por meio do tráfico de animais que tem se intensificado nos últimos anos.

Atualizado em: 12/05/2022 na categoria: Espécies