» » Inseto Potó: O pequeno Inseto que Causa grandes Queimaduras

Inseto Potó: O pequeno Inseto que Causa grandes Queimaduras

Os insetos são animais que naturalmente fazem parte do nosso dia a dia e esse é o caso, por exemplo, do Potó. Comum em regiões e condições climáticas específicas, ele chama atenção por ocasionar queimaduras na pele humana. Abaixo, entenda melhor sobre:

Características gerais:


Como dito, o Potó é um inseto. Ele possui um comprimento muito pequeno, sendo marcado pela presença de tonalidades pretas e vermelhas que se dividem para a formação estética do seu corpo. Apesar de tons que chamam atenção, a sua característica principal é a reação capaz de proporcionar diante do contato com humanos.

Disse dessa relação, se responsabilizam por ocasionarem queimaduras de até 2º grau que assustam, já que muitas pessoas não sabem lidar com as lesões que podem alcançar grandes proporções, gerando ainda reações como intensa coceira.

Comportamento

Os Potós privilegiam o tempo de calor, se tornando muito mais comum a incidência de acidentes que o envolvem durante os meses mais quentes do ano, sobretudo entre Janeiro e Fevereiro, onde as temperaturas costumam alcançar um pico em grande parte do Brasil.

Curiosamente, são animais diurnos, mas ainda assim costumam afetar os humanos durante a noite, enquanto eles dormem e costumam estar mais parados, facilitando o contato. Aliás, durante a noite, o que os atraem é a luz de lâmpadas artificiais.

Habitat

Esses são insetos presentes sobretudo em locais de área temperada, fazendo com que seja presente em países como o Brasil mas também em outras localidades também da América do Sul, a exemplo do Peru, onde ganha o nome de balalus.

Em nosso país, estão presentes principalmente na região Nordeste, sobretudo ao longo do verão onde se proliferam com maior facilidade, sendo mais vistos e também gerando uma maior quantidade de acidentes.

Curiosidades

As queimaduras deixadas pelo Potó são o fator mais curioso e intrigante ligado a si, já que é interessante pensar como um inseto tão pequeno é capaz de causar tanto estrago em nossa pele mesmo que não seja percebido em primeiro momento, já que o contato costuma ocorrer enquanto dormimos.

Nesse sentido, fica o alerta para que não faça uso de receitas caseiras e muito menos exponha a região afetada ao Sol de forma direta, pois é preciso buscar por apoio médico e assim tornar as medidas corretas para a melhora do quadro.

Atualizado em: 17/08/2022 na categoria: Diversos