» » Ilha das Cobras – A Ilha Mais Perigosa do Mundo!

Ilha das Cobras – A Ilha Mais Perigosa do Mundo!

A Ilha das Cobras, ou Ilha da Queimada Grande, é a ilha com a maior quantidade de cobras por metros quadrados do mundo. Localizada em São Paulo, no Brasil, a Ilha das Cobras tem suas visitas rigorosamente controladas pelo governo brasileiro.

Mesmo assim, não é qualquer um que pode entrar no local mais perigoso do mundo. Visitas são permitidas somente a cientistas e analistas do meio ambiente, sendo obrigatório o acompanhamento de um médico para que o socorro seja imediato se um ataque acontecer.


Leia também:

Qual o Habitat da Cobra – Onde as Cobras Vivem?

Por que há tantas cobras no local?

Estima-se que durante o período Quaternário, há cerca de 11 mil anos atrás, o nível do mar aumentou, isolando uma parte do continente que originou a ilha. Pela ausência de predadores, as cobras acabaram se desenvolvendo e se reproduzindo descontroladamente.

Apesar de não terem predadores terrestres, elas também não tinham presas naquela terra, por isso se adaptaram a capturar aves migratórias, subindo em árvores para capturar e manter sua presa na boca, esperando que o veneno fizesse efeito e ela finalmente morresse. Até hoje essa é a forma das cobras da ilha se alimentarem.


Qual a espécie de cobra mais encontrada na Ilha das Cobras?

A Jararaca-Ilhoa é a espécie de serpente mais encontrada na Ilha das Cobras, tendo cerca de 3.000 a 5.000 delas no local. É umas das cobras mais letais que existe.

A superpopulação dela no local deve-se ao fato de não existir um predador e também pela disponibilidade de alimento.


A pequena quantidade de mamíferos terrestres fez com que ela tivesse que se adaptar a subir em árvores e captar pássaros, principalmente pássaros marinhos e migratórios que são mais comuns na região.

Seu veneno se desenvolveu e hoje é cinco vezes mais potente do que uma jararaca comum, quando entra em contato com a circulação humana a carne no local é derretida e a pessoa morre por falência geral orgânica.

Mas apesar de causar esses prejuízos gravíssimos ao homem, o seu veneno também traz benefícios. Cientistas descobriram que ele tem propriedades que são muito eficazes para o tratamento da hipertensão e hoje ele já incorpora fórmulas de remédios para controlar a condição.

 

Atualizado em: 27/05/2018 na categoria: Diversos