» » Cobra Chicote e suas Curiosidades

Cobra Chicote e suas Curiosidades

As cobras são répteis já muito conhecidos em nossa sociedade, o que faz com que a gente entenda sobre elas de modo geral, mas ainda assim há novas espécies para serem conhecidas. Nesse sentido, conheça abaixo detalhes sobre a Cobra chicote:

Características gerais:


A Cobra chicote é uma espécie de serpente muito singular, que acaba recebendo esse curioso nome justamente por conta da sua formação corporal que lembra um chicote, uma vez que possui uma aparência esguia, de dorso marcado pela presença de linhas longitudinais.

Em geral, costumam alcançar cerca de 2 metros de comprimento, apresentando ainda uma reprodução do tipo ovípara, ou seja, as cobras do tipo Chicote nascem a partir de ovos, uma vez que o embrião se desenvolve de forma interna a essa estrutura.

Comportamento

Essa espécie possui hábitos predominantemente diurnos, ou seja, se mantém muito ativa durante o dia, quando pode ser avistada e também realiza suas atividades predativas, consumindo sobretudo pequenos mamíferos presentes na natureza.

Além disso, é marcado por uma personalidade constantemente agressiva, sendo feroz mas ainda assim não possuindo veneno. De toda maneira é uma boa predadora, apresentando ainda agilidade no momento de seu bote.

Habitat

A Cobra chicote privilegia habitar espaços de caráter rochoso e seco, a exemplo de bosques e também campos. Com isso, estão distribuídas principalmente em regiões da Europa Central, mas também na parte Nordeste do continente.

Com isso, entre os países em que se torna presente, podemos citar a Itália, França, Croácia e também a Eslovênia. Muito disso se deve ao fato de gostar de ambientes úmidos, o que faz com que possa ser encontrada justamente a beira dos rios.

Curiosidades

Apesar de não possuir veneno propriamente dito, o contato com a Cobra chicote pode apresentar determinadas reações. Curiosamente, se acredita que a presença da glândula de Duvernoy, similar a relacionada ao veneno, se encarregue por essas consequências.

Outra curiosidade, e dessa vez muito positiva, é que a espécie não corre risco direto de extinção, possuindo uma população considerável e assegurada, sobretudo pelas suas próprias características de agilidade que contribuem para a sobrevivência.

Atualizado em: 18/08/2022 na categoria: Espécies