» » Como as Cobras se Locomovem?

Como as Cobras se Locomovem?

Quem já viu, presenciou, ou assistiu uma cobra se locomovendo, sabe que ela primeiramente se locomove enchendo quem está por perto de medo e temor. As cobras podem se locomover de 5 formas diferentes, e o movimento utilizado depende do terreno, da espécie e do diâmetro do local em que ela se encontra. Raramente você vai ver uma cobra em posição de ataque, pois a maioria delas foge ao contato humano.


As serpentes são os únicos animais com vértebras que podem dobrar totalmente a coluna. É graças a essa capacidade, que as cobras se locomovem, juntamente com sua musculatura e disposição das escamas, tudo devidamente conectado, que elas podem se arrastar pelo chão ou nadar.

Dito isto, vamos aos tipos de movimento que as serpentes usam para se locomover!

Locomoção serpentina em forma de S

Também conhecida como ondulatória, é uma forma de movimento através de um “S”, onde através desses movimentos ela se locomove de um lado para o outro através de contrações musculares que acontecem de lados opostos de sua coluna. É um dos mais usuais pelas cobras, tanto no chão como na água, pois oferece muita destreza e agilidade ao animal.

Locomoção sanfonada

A locomoção sanfonada é muito utilizada em solos planos, em subidas e passagens estreitas. É uma junção do movimento ondulatório horizontal com o movimento retilíneo.

Como o próprio nome já diz, na forma de locomoção sanfonada a serpente dobra a parte traseira do corpo como uma sanfona e impulsiona a parte da frente para avançar. Durante o movimento ela forma alças horizontais ou verticais, mantendo um ou mais pontos de atrito com o solo.

Movimento de alças laterais (sinuoso-lateral ou Sidewinding)

O movimento de ondulação lateral é muito utilizado em terrenos onde não há muita aderência, pois com ele apenas dois pontos de seu corpo tocam o solo. Os movimentos são laterais e não em linha reta seguida.

No movimento de alças laterais a cobra parece que está andando de lado, deixando marcas de J no chão em locais de terra ou areia, por exemplo. É muito utilizado por serpentes que vivem nos desertos.

Elas elevam o corpo formando alças, apoiando apenas dois pontos do corpo no chão a cada avanço. Essas alças são impulsionadas à frente pelo ar, enquanto a parte do corpo que está no chão o pressiona, fazendo força.

Movimento retilíneo

Talvez este seja o movimento em que ela faça mais esforço, pois ela faz movimentos curvos, só que ao invés de lateralidade, estes movimentos são para cima e para baixo imitando o movimento de uma lagarta, mas com muita discrição. É utilizado por cobras pesadas, que tem dificuldade para se locomover, ou no momento de aproximar da presa.

Movimento concertina

Este é o movimento mais utilizado em locais estreitos, já que através dele a serpente pressiona as paredes do local através de alças laterais, impulsionando seu corpo à frente.

Atualizado em: 21/11/2018 na categoria: Dúvidas