» » » Cobra Vermelha e Preta

Cobra Vermelha e Preta

Ao pensar em cobra vermelha e preta a primeira que surge em nossa cabeça é a coral. Além das duas tonalidades, ela pode ainda possuir variações com amarelo e o branco.

Encontrada principalmente nas regiões da América do Sul, América Central e sul dos Estados Unidos, há mais de setenta espécies espalhadas por todo o território. Em solo brasileiro, são conhecidas também por cobra coral venenosa, coral venenosa, coral verdadeira, ibiboboca ou ibioca.


Veneno

Tão peçonhenta quanto uma naja, a cobra coral, ou cobra vermelha e preta, tem um veneno neurotóxico, ou seja, atinge o sistema nervoso, causando na vítima problemas respiratórios e podendo levar um adulto a óbito em poucas horas.

Geralmente o ataque de uma cobra coral se dá quando a mesma se sente ameaçada, seja por um indivíduo estar invadindo seu espaço ou causando algum dano próximo a ela.

Caso seja picado por uma cobra vermelha e preta é ideal que procure o médico rapidamente para que seja dado início ao tratamento com osoro antielapídico.

Bote

Mas fique tranquilo, cobras corais não são daquelas que dão o bote, pelo contrário, vivem maior parte do tempo escondidas em troncos e folhagens e possuem hábitos noturnos. Em caso de ataque, elas levantam a cauda e utilizam de suas cores fortes para intimidar o alvo antes mesmo de picá-lo.


Já suas atividades a luz do sol são relacionadas a reprodução. Após o acasalamento a fêmea da cobra coral pode pôr de 3 a 18 ovos, que gerarão novas vidas em um período aproximado de 90 dias.


Atualizado em: 04/10/2018 na categoria: Peçonhentas, Vermelha