» » Víbora áspide: Informações e curiosidades

Víbora áspide: Informações e curiosidades

Não é comum que tenhamos ou encontramos pessoas que tenham medo de cobras, sobretudo das víboras. Dentre esse animal, há variações importantes e até mesmo curiosas que merecem ser conhecidas e, por isso, abaixo você poderá conhecer a Víbora Áspide.


Características gerais:

Dentre as Víboras áspides, há certas diferenciações quando pensamos nas características gerais de machos e fêmeas. Por exemplo, machos apresentam uma média de 85 cm de comprimento enquanto as fêmeas não costumam passar dos 75 cm, apesar de o corpo das fêmeas serem mais robustos e possuírem cauda mais esguia.

Mas, de forma geral, a aparência dessa víbora conta com um curioso focinho arrebitado, nos dando a impressão de quem estão sempre muito atentas a tudo, o que não é uma mentira. Além disso, sua cabeça é larga e possui um formato triangular, bem diferente do seu pescoço, marcado por ser mais fino. Sua coloração pode passar por variações, mas geralmente as encontramos em tonalidades terrosas, desde o marrom até o laranja.


Habitat

Essa víbora se mantém em espaços terrestres, preferencialmente de solo seco que as permita experimentar de sensações de calor. Dessa maneira, costumam ser avistadas em montanhas e florestas, onde conseguem se virar bem no que diz respeito a sua sobrevivência.

Sua localização é o sudoeste europeu, região onde estão países como a França, Suiça, Eslovênia, Itália, Espanha e também a Alemanha. Apesar disso, recentemente passaram a ser encontradas em outras localidades, como Portugal, de onde não são comuns, o que nos leva a refletir sobre a interferência humana na questão.

Curiosidades

Essa espécie, apenas de todo o seu poder de resistência, tem sido alvo da ação humana de modo que sua existência passe a ser lida com certo perigo, havendo países que já a enquadram como espécie em extinção e outros que afirmam o perigo eminente de que isso aconteça.

A Convenção de Berna, assinada em 1979, tem como intuito conservar a fauna e a flora europeia, se responsabilizando pelos cuidados com a Víbora Áspide para que ela não deixe de existir, assim como já aconteceu com tantas outras espécies.

São venenosas?

Como você já deve imaginar, a Víbora Áspide é venenosa, levando a óbito cerca de 5% dos humanos picados por ela, o que representa uma quantidade considerável quando paramos para perceber que aproximadamente metade das picadas de cobra na Itália, são de sua responsabilidade.

Mesmo nos casos em que não leva a morte, essa picada causará muita dor, podendo gerar edemas na região afetada. Diante disso, é necessário buscar por suporte médico o quanto antes, evitando problemas maiores após esse contato com o veneno.

Atualizado em: 18/05/2022 na categoria: Espécies