» » Tartaruga-mordedora: A mordida mais Forte que a de um Leão

Tartaruga-mordedora: A mordida mais Forte que a de um Leão

Tartarugas são animais lidos como inofensivos e calmos, mas nem sempre é assim. A espécie tartaruga-mordedora comprova que pode ser perigosa e representar um sinal de atenção, inclusive para nós, humanos. Abaixo, a conheça e entenda melhor sobre:


Características da Tartaruga-mordedora:

De nome científico Chelydra serpentina mas popularmente conhecida como Tartaruga-mordedora, esse animal tem uma mordida que pode causar graves ferimentos, o que se deve a capacidade da mesma de imprimir uma força de cerca de 600kg durante uma mordida.

Até mesmo em contato com os mais fortes dos animais, pode causar um grande estrago. Nos humanos, podem quebrar ossos e arrancar partes de membros sem dificuldades, surpreendendo até mesmo a suas vítimas que não esperam tanta força vinda de uma tartaruga.


Habitat

Sabendo de tamanha força, é preciso estar ainda mais atento a Tartaruga-moderdora ao descobrir que ela pode nos atacar sem que nem mesmo percebamos a sua chegada, uma vez que são animais silenciosos e que costumam atacar em meio a surpresa.

Essa tática é facilitada pelo habitat das mesmas, já que se concentram na beira de rios e lagos, se escondendo em meio a lama presente nesses locais, se alimentando comumente de pequenos animais que também habitam essa região, como peixes e aves aquáticos, o que não as impede de usar sua mordida diante de possíveis visitantes.

A Tartaruga-mordedora pode ser encontrada no Brasil?

A resposta é sim, é possível encontrar exemplares dessa espécie em terras brasileiras, mas um detalhe curioso é que ela é comum de outras regiões, como nos continentes da América Central e do Norte, não sendo a América do Sul um local exatamente propício para si.

Contudo, há registros de encontros da mesma em diversas regiões brasileiras, sobretudo no Sudeste do país. Apesar de não serem tão comuns, eles intrigam os especialistas e nos levam a pensar na execução de crimes ambientais, o que pode resultar na chegada delas até aqui.

Tráfico de Tartaruga-mordedora

Esses encontros refletem uma importante e triste questão, a do tráfico ambiental. Por mais perigosa que seja, a espécie chama atenção justamente por ser exótica e pouco conhecida, o que pode contribuir para que seja criada de forma ilegal.

Vale ainda frisar que atualmente o tráfico de animais perde apenas para o tráfico de armas e drogas no Brasil, sendo uma importante questão pública que reflete a ilegalidade por meio da qual muitas espécies que não são comuns ao nosso país acabam se instalando aqui.

Atualizado em: 18/04/2022 na categoria: Diversos