» » Piolho de Cobra: Não possui Veneno, mas fique Atento!

Piolho de Cobra: Não possui Veneno, mas fique Atento!

O piolho de cobra (diplopoda) é um inseto não venenoso, que possui corpo arredondado e extenso dividido por vários filamentos, muitas pessoas o confundem com a lacraia (centopeia) que é venenosa, e embora compartilhem muitas semelhanças são animais completamente diferentes. Veja as fotos de piolho de cobra abaixo, assim como mais algumas informações sobre ele!


O que é?

O diplopoda ou piolho de cobra, é um inseto que possui duas patas por filamento e que vive em ambientes úmidos, sem luminosidade e com matéria orgânica disponível para a sua alimentação. Na natureza, as suas principais funções são: trituração de resíduos sólidos e produção de adubo orgânico de mesma qualidade com relação ao produzido pelas minhocas. Além dos nomes dipoploda e piolho de cobra, também é conhecido por embuá e gongolo.

Piolho de cobra tem veneno?

Embora pareça que sim, o piolho de cobra não é venenoso. Seu mecanismo de defesa consiste em se enrolar quando se sente ameaçado, e também liberam um forte odor.

Qual o mal que o piolho de cobra faz?

Existem casos em que, quando ameaçado ou esmagado, ele libera uma secreção tóxica que possui agentes irritativos e pigmentantes. Essa secreção, quando em contato com a pele humana, causa uma espécie de “necrose superficial” e é necessário acompanhamento médico para que haja uma melhora significativa, porém ainda com o tratamento, a pigmentação pode durar até meses para desaparecer.

Onde tem piolho de cobra, tem cobra?

O piolho de cobra, apesar do nome, não tem nenhum parentesco com a cobra. Inclusive, também não tem nenhum parentesco com o piolho. Ele vive em locais úmidos, como folhagens e troncos de árvores. Logo se você se deparar com um piolho de cobra, não se preocupe pois isso não é sinal de que haverá alguma cobra por perto.

Ainda que pareça venenoso, o piolho de cobra não possui nenhum veneno e também não possui nenhuma ligação com as cobras, ou seja, não há com que se preocupar caso você o encontre. Porém fique atento ao esmagá-lo ou ameaça-lo por conta da toxina, que apesar de não causar consequências graves, seria um incômodo bem grande ter que ficar com a pele manchada durante meses, né?

Atualizado em: 18/10/2021 na categoria: Diversos