» » Jibóia esmeralda: Beleza em meio a Floresta

Jibóia esmeralda: Beleza em meio a Floresta

Marcada pelo sua bela aparência física, a Jibóia esmeralda chama atenção de curiosos e também biólogos, que passam a estudar suas mais diversas características. Abaixo, poderá as conhecer e ao mesmo tempo, se encantar:


Características gerais:

A Jibóia esmeralda possui essa nomeação justamente por conta da sua coloração que é quase inteiramente verde em um tom tão vivo que nos remete a pedra preciosa igualmente denominada de esmeralda, capaz de chamar atenção pela beleza tanto quanto essa espécie.

Além disso, possui barras transversais na cor branca e um tom amarelado na parte inferior do seu corpo. Outros detalhes envolvendo sua estrutura corporal são sua cabeça alargada e o corpo achatado, detalhes que contribuem para que ela tenha uma aparência ainda mais única.


Habitat

A Jibóia esmeralda é disposta ao longo da América do Sul, sendo sua presente marcante em áreas como a amazônica. Inclusive, esse está entre os lugares perfeitos para ela, já que tem preferência por habitar florestas tropicais.

Esse lugar propicia também que possam se localizar em árvores e arbustos com certa proximidade a rios, o que ajuda em camuflagem, um aspecto utilizado como meio de proteção em meio a natureza, principalmente durante o dia, já que possuem hábitos noturnos.

Curiosidades

Estar enrolada no tronco de árvores é uma das atividades preferidas dessa espécie, assim repousam e também admitem uma postura de proteção, ao mesmo tempo em que podem seguir atentas a tudo que acontece na parte de baixo das florestas.

Além disso, essa característica curiosa também propicia sua alimentação, já que rapidamente podem dar o bote em animais como os sapos. Infelizmente, há também uma curiosidade negativa sobre elas, uma vez que a beleza de sua aparência fomenta o tráfico de animais, sendo levados para habitats fora do seu comum.

São venenosas?

Elas não são venenosas, mas ainda assim é preciso estar atento, pois suas presas são fortes e muito afiadas, o que faz com que façam estrago mesmo que em uma rápida mordida, o que acontece principalmente ao se sentirem ameaçadas.

Aliás, suas presas são constantemente vítimas de sufocamento, uma tática que faz com que o bote seja certeiro e não hajam muitas possibilidades de sair dele, contribuindo para que seja considerada uma ótima predadora.

Atualizado em: 06/06/2022 na categoria: Espécies